Termas Geométricas - Pucón, Chile #BellaQueBelaEnChile


Oi, pessoal! Tudo bem com vocês? Como alguns de vocês já sabem, em Novembro de 2014 eu realizei um sonho da minha vida: conhecer o Chile com a minha família. A viagem foi completamente mágica, e algo que eu não me arrependo de ter feito foi conhecer as Termas Geométricas, na cidade de Conãripe no Chile.

Eu gostei tanto do lugar, que resolvi escrever um post onde eu irei falar como chegar lá, como é as termas, algumas curiosidades do lugar, e até gravei um "vlog" com a minha GoPro pra mostrar o quanto o lugar é mágico! Se você tem interesse em conhecer esse lugar, é só continuar lendo esse post!

Vídeo
Fiz um vídeo mostrando como foi o meu dia, e de quebra como é as Termas Geométricas. E claro, aproveitei e filmei como é a "estrada" pra chegar lá (que por sinal, é uma paisagem paradisíaca!) Dá play! :D



Como é as Termas Geométricas?
As Termas Geométricas são um conjunto de 17 piscinas, e uma passarela de 480 metros, chegando ao final com uma cachoeira com água gelada (que vem direto das Cordilheiras!). As piscinas são naturais, e a água brota direto do Vulcão! As temperaturas viriam entre 35 e 45 graus.

A impressão que nós temos quando entramos lá é que estamos em um cenário de filme. O lugar é tão surreal e mágico, que me senti em um filme de conto de fadas. Fico imaginando o quão incrível a natureza é, pois, ter tantas plantas, cachoeiras, e águas termais dentro de dois paredões enormes de rocha, fica até difícil de imaginar o local, né?

Quanto custa?
Preço de adulto: 20 mil pesos chilenos
Preço de criança: 10 mil pesos chilenos
- Vale lembrar que você ganha uma toalha por pessoa (sem custo adicional) e também ganha uma chave pra colocar seus pertences em um armário :D










Como chegar lá
Eu e a minha família saímos do Villarrica Park Lake (um hotel onde estávamos hospedados, que fica entre a cidade de Villarrica e Pucón). E fomos até a cidade de Coñaripe, onde fica as termas.

Para saber como chegar lá é só acessar o site das Termas Geométricas (CLIQUE AQUI), ou ver uma rota que o próprio Google já fez (CLIQUE AQUI)


Gostaram do post? Me contem nos comentários!